Uma punheta divina...

Pois é...agora voce, onanista de plantão, já tem uma boa desculpa pra quando sua mãe reclamar de suas praticas diárias...
É só alegar que é a encarnação de um faraó seguindo a sabedoria dos antigos egípcios...
A vida sexual do faraó – que era visto como um elo entre os seres humanos e os deuses – era de suma importância para o povo, que acreditava ter sido o mundo criado pelo sexo. Segundo a mitologia local, o deus Aton teria se masturbado e seu sêmen dado origem aos primeiros seres divinos. Numa cerimônia anual, o faraó masturbava-se para a água para garantir a fertilidade do rio Nilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário